3 de junho de 2020

Lilian Munhoz

Ser convidada para contar um pouco da minha trajetória aqui é uma honra. Afinal, aprendo muito com vocês, mulheres do agro, que me inspiram a cada dia.

Decidi ser jornalista na adolescência, mas nunca pensei que o universo agro faria parte da minha profissão. Na minha infância, viajava muito para o interior com meus pais no interior de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul, onde tive a oportunidade de vivenciar um pouco da vida no campo. Brincava no meio do cafezal e do milharal, nadava na represa, alimentava porcos e galinhas, acompanhava abate, subia em colheitadeiras e colhia frutos do pé. Sempre amei fazer isso e nunca pensei que, anos depois, me tornaria uma jornalista que falaria do setor rural.

Cresci e me tornei uma pessoa muito urbana, mas que contempla a vida no campo. Admiro quem mora em fazenda e tem a qualidade de vida que só consigo ter de vez em quando.

Recém-formada, em 2008, e já tendo passado pelo departamento de comunicação de empresas como TV Cultura, Avon, Dotz e Instituto Monitor, fui chamada para trabalhar no Canal do Boi pelo jornalista Valter Puga, que havia sido meu professor na faculdade e me abriu as portas para o agro, junto com o jornalista Sérgio Braga, do Canal Rural, que foi meu coordenador na faculdade e me deu muito incentivo.

Comecei a trabalhar dentro da Bolsa de Mercadorias e Valores de São Paulo (BM&F Bovespa), no centro de São Paulo, de onde fazia boletins ao vivo na programação do Canal do Boi com comentários sobre o fechamento das commodities agrícolas. Fiz curso de mercado futuro e estudei muito para entender como funciona essa engrenagem.

Em 2010, fui convidada a trabalhar no Terraviva, canal de agronegócios do Grupo Bandeirantes. Desde então, produzi programas, coordenei equipes como chefe de reportagem e, atualmente, sou editora responsável e apresentadora do Jornal Terraviva, noticiário que, diariamente, às 19h, traz os destaques do agronegócio em todo o país, com chamadas diárias no Band News TV.

O jornalismo agropecuário exige muita leitura e estudo, afinal, é um setor gigantesco e complexo. Sempre dou incentivo a quem quer ingressar na área, pois é um segmento que oferece muitas oportunidades e é fundamental para a economia do país.

Junto com meu trabalho na TV, atuo em outras atividades por meio da minha empresa de Comunicação (www.comunicativas.com.br), desenvolvendo projetos a outras empresas e tendo a oportunidade de apresentar eventos. Também sou instrutora do Agro Carreira (www.agrocarreira.com.br) e atualmente curso o MBA em Agronegócios da Esalq/USP.

Nunca enfrentei limitações por ser mulher, mas sempre me esforcei para superar as expectativas frente às oportunidades que recebia. Sempre devemos nos lembrar de onde viemos e o quanto nossos pais e avós lutaram para que tivéssemos uma vida melhor. Hoje, nós, mulheres, estamos conquistando o nosso espaço com dignidade e capacidade, atingindo nossos objetivos.

O recado que eu deixo a vocês é de otimismo. Devemos fazer um bom planejamento a respeito da vida familiar e da carreira que queremos construir. Feito isso, é hora de correr atrás e se preparar para agarrar as oportunidades que vierem.

Para termos a colheita que almejamos, precisamos fazer uma boa semeadura.

Convido a todas a conhecerem um pouquinho mais do meu dia-a-dia profissional no instagram (@lilismunhoz).

Lilian Munhoz – Jornalista, pós-graduada em Relações Internacionais, apresentadora do Canal Terraviva/Grupo Bandeirantes e sócia da Comunicativas.

 

Adicionar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#oAGROporELAS

Campanha Máscaras Solidárias do Agro

Junho Vermelho

10.ª Missão aos Estados Unidos 2020

Para seu exemplar autografado envie um e-mail

Categorias

#oAGROporELAS

Campanha Máscaras Solidárias do Agro

Junho Vermelho

10.ª Missão aos Estados Unidos 2020

Para seu exemplar autografado envie um e-mail

Categorias