13 de agosto de 2020

Pausa para o Cafezinho – Cafeicultora e empresária da Grandpa Joel´s Coffee de Santa Rita do Sapucaí fala sobre suas expectativas nesta safra

A pausa para o cafezinho dessa semana é sobre a história de criatividade, inspiração e paixão da Grandpa Joel’s Coffee de Santa Rita do Sapucaí. Uma família com longa tradição na cafeicultura, que adotou em meio a essa pandemia, estratégias inovadoras para manter e elevar suas vendas de café.

O começo dessa trajetória incrível, surgiu com a necessidade de divulgação da marca Grandpa Joel’s Coffee. Os empresários Pedro Dias e Paula Dias da marca desenvolveram um  projeto funcional com a “Coffee Bike” (uma cafeteria sobre rodas), o que era para ser uma simples divulgação se transformou em uma empresa.

Hoje a marca Grandpa Joel’s Coffee possui uma franquia em Santos já em operação, além da sede de sua cafeteria em um espaço super aconchegante e charmoso na cidade de Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas Gerais, cidade conhecida como vale da eletrônica através de grandes centros educacionais da área localizados dentro da cidade.

A escolha da marca “Grandpa Joel’s Coffee” que traduzindo, significa “O café do vovô Joel”, tem uma história de origem fascinante. Como diz uma lenda americana, a expressão “A cup of Joe” (um copo de café), surgiu na segunda guerra, os soldados “Joes” recebiam café antes de serem enviados às trincheiras. O nome tornou-se uma relação com essa expressão e uma homenagem ao pai do proprietário Pedro Dias.

Os cafeicultores Pedro Dias e Paula Dias também desenvolveram produtos diferenciados como o café servido em um cone recheado com chocolate, cerveja de café, mel da flor do café,e chá de cáscara, bebida elaborada com a casca do café e amplamente consumida no Iêmen.

A cafeteria possui um cardápio extenso, possuindo variedade de drinks com café como: cà phê sữa đá  (café vietnamita), espresso belga, doce de leite e nutella, além de vários métodos de preparo de café.

Segundo a cafeicultora e empresária Paula Dias, com o início da pandemia surgiram muitas mudanças com o distanciamento social, com isso tiveram que encontrar maneiras para se adaptarem a essas novas circunstâncias buscando novas estratégias.

“Na fazenda e na cafeteria, a solução foi enxugar o máximo possível, envolvendo toda a família para ajudar em todos os processos. No início da colheita começamos com a colheita seletiva, o pessoal está colhendo muito café, e devemos retornar a seletiva ainda está semana, posicionamos 3 pessoas que ficam no terreiro para ajudar a receber este volume de café que está descendo, cuidando para manter a qualidade do café, que é a nossa maior preocupação”, relata Paula Dias.

Na cafeteria e no escritório, a alternativa foi reduzir inclusive o horário de funcionamento, focando mais em entregas delivery, ou ainda na retirada de café e produtos na cafeteria, para que as pessoas  possam permanecer dentro da cafeteria o mínimo possível, evitando assim não apenas a contaminação de toda a equipe mas também do público, incentivando dessa maneira as pessoas a levarem o café para casa.

A solução para o momento atual foi se reinventar, já que estavam acostumados com o movimento da cafeteria. Algumas mudanças que já estavam previstas e sempre foram adiadas, foram colocadas em prática com a pandemia, sem poder abrir a cafeteria durante o início da crise, tiverem que se adaptar com o delivery e com o take away, buscando caminhos para entregar aos seus clientes e consumidores produtos e cafés quentinhos no conforto de casa.

No começo não foi fácil manter a crema do espresso com o envio dos cafés, mas segundo Paula Dias, foi essencial a parceria com os  motoboys que já estão acostumados com delivery. Ainda relembra de um motoboy em especial, que organizava com muito cuidado as entregas com eles, e trouxe essa confiança de conseguirem levar o café quente e rapidamente sem derrubar, e assim foram ajustando e enviando até acertarem a melhor maneira, já que não é da cultura do nosso país pedir e receber café em casa, geralmente preparamos café em casa, ou então a gente compra café e vai tomando.

O delivery deu super certo, e visualizam hoje que não podem mais viver sem ele, e com essa boa aceitação dos consumidores começaram então a oferecer outros produtos para envio, como doces feitos com café que harmonizam perfeitamente com café, sanduíches entre outras delícias preparadas com muito carinho na cafeteria.

Paula Dias também deixa um recado aos leitores do blog: “É preciso foco, é muito importante estar antenado para acompanhar todas essas mudanças, o mercado de café especial é um mercado sofisticado e exigente, o público que toma café especial conhece a bebida, temos que nos atualizar sempre buscando novos cursos e informações, mantendo não apenas a qualidade na bebida mas também buscando inovação, se inspirando em que faz bem feito, mas colocando a sua personalidade no produto que irá oferecer ao consumidor,cafés temos muitos bons cafés no mercado, mas o que irá diferenciar um café do outro, é a sua essência no seu produto”.

Paula Dias, também compartilha conosco uma experiência  que realizou em sua fazenda no final do vídeo, o café de pedra  conhecido também como café tropeiro, que não utiliza coador, método muito utilizado por mochileiros, tropeiros e sertanejos com espírito ecológico devido a sua reutilização, uma clássica infusão, devendo o pó de café ser fino para precipitar mais fácil, depois de devidamente mexido,o pó de café se decanta imediatamente através das pedras, baixando até ao fundo da vasilha. Então, o café fica pronto, e bom para ser consumido.

Como toda boa mineira que adora um cafezinho, e um dedo de prosa para animar o dia, sem dúvida a Grandpa Joel’s Coffee une história, criatividade e devoção ao café, trazendo sensações,experiências incríveis  e puro amor ao café!

Valorize o pequeno cafeicultor, torrefador e cafeteria, ajude também a fomentar o comércio local da sua cidade, juntos sairemos de tudo isso ainda mais fortes!

Quer conhecer um pouco mais sobre a história dessa família?

Horário de funcionamento: Segunda à sábado das 9h às 19h/ Domingos das 13h às 19h

Sitehttps://www.grandpajoelscoffee.com/

Instagram: @grandpajoelscoffee @grandpajoelscoffee_santos

Facebook: https://www.facebook.com/grandpajoelscoffee/

Fonte: Blog do Madeira

 

*Lilian Trigolo

Coffee Lover-apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira, formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comércio Exterior.

Instagram: @liliantrigolo
E-mail: lilian

Adicionar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para seu exemplar autografado envie um e-mail

Agosto Dourado

#oAGROporELAS

Campanha Máscaras Solidárias do Agro

Categorias

Para seu exemplar autografado envie um e-mail

Agosto Dourado

#oAGROporELAS

Campanha Máscaras Solidárias do Agro

Categorias